Gestão empresarial é um conjunto de estratégias focadas no crescimento do negócio e na conquista de melhores processos e resultados.

Essas estratégias envolvem, principalmente, três grandes recursos da empresa: pessoas, estrutura e finanças.

A gestão empresarial segue a lógica da melhoria constante: é preciso avaliar os índices do negócio para criar estratégias capazes de melhorá-los.

Assim, todas as ações relacionadas à estratégia da empresa entram na gestão, incluindo delegação de tarefas aos funcionários, a estruturação dos processos, o plano de vendas e a satisfação do cliente, por exemplo.

Peter Drucker, conhecido como o pai da administração moderna, afirma:

“O empreendedorismo é arriscado principalmente porque poucos dos chamados empreendedores sabem o que estão fazendo. Eles não têm a metodologia”.

A metodologia, nesse caso, é o tipo de gestão empresarial que você adota na sua empresa.

Conceito de gestão empresarial
O conceito de gestão empresarial é variado, já que a bibliografia da área é extensa.

Por isso, elencamos dois conceitos para você compreender melhor o assunto.

No livro Management (Houghton Mifflin Harcourt, 2009), Robert Kreitner traz esta descrição:

“Gestão é o processo de trabalhar com e através de outros para alcançar os objetivos organizacionais em um ambiente em mudança”.

Na visão de Henry Mintzberg, acadêmico renomado na área, esta seria a melhor definição:

“(Gestão) é uma prática que tem que combinar uma boa parte do artesanato, ou seja, experiência, com uma certa quantidade de arte, como visão e insight, e alguma ciência, especialmente na forma de análise e técnica”.

Qual a importância da gestão empresarial?
Melhorar a gestão empresarial é essencial para manter um negócio ativo e saudável.

O Guia de gestão empresarial do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) ensina que, para entender a importância da gestão, é preciso pensar na empresa como um ser vivo.

“Da mesma forma que o organismo humano é constituído por sistemas como o circulatório, o respiratório e o digestivo, que precisam funcionar harmonicamente, a empresa também necessita ser compreendida com a visão de que um tecido com problema pode comprometer todo o empreendimento”, aponta o documento.

E isso só é possível por meio da gestão empresarial.

Sem ela, é praticamente impossível sobreviver em um mercado competitivo, pois sua empresa pode ficar para trás perante a concorrência.

Imagine tocar um negócio ignorando mensuração de dados, análise de metas, planejamento de ações e cobrança por resultados.

Ou liderar uma equipe sem a devida definição de cargos e tarefas, sem o registro de atividades, sem reconhecer desempenho, sem oferecer feedback…

Na era do capital humano, uma empresa assim não consegue nem reter os melhores profissionais.

Ou seja, a importância da gestão empresarial é total.